sábado, 28 de dezembro de 2013

Dataguard - Parte 3 - Criando o Dataguard Broker

1. Conceito do DG Broker


O Dataguard Broker é um framework da Oracle que centraliza a monitoração e administração do Ambiente no contexto do Guard, onde a partir de uma instancia podemos ter até 9 standby databases configurados, com as mais diversas possibilidades, open read only, physical standby, logical standby e sem limtite geográfico.

O Broker automatiza diversas tarefas dentro do ambiente de alta disponibilidade e contingenciado que antes eram feitas manualmente como, alteração do tipo de proteção do dataguard, adição de um novo membro no cluster ou dataguard, transporte e aplicação de redo logs, switchover e failover, entre outras funções.

O Broker pode ser administrado através de um aplicativo de linha de comando chamado Dataguard Comand line (DGMGRL) e o Enterprise Manager.

Fonte: Oracle Data Guard Broker Concepts

2. Pre-requisitos


O pre-requisito principal antes de se criar a configuração do Broker é que o Dataguar / Standby Database já exista e a replica do archives estejam funcionando, este foi o passo feito anteriormente, caso ainda não foi executado seguir para Dataguard - Part 2 - Criando o Standby Database

Em linhas gerais, o dataguard broker mantem em um arquivo toda a configuração do Broker, ele é criado a nivel de instancia a partir dos parametros db_broker_fileN, e existe pelo menos um arquivo por instancia. O Parametros dg_broker_start determina se o broker deve ser usado, e os parametros de db_unique_name e db_name estão mais a nivel do Standby Database e já devem ter sidos configurados.

ParametroProducaoStandby
dg_broker_config_file1+DG_DATA/ORCL/dr1mfg.dat'+DG_DATA/ORCL/dr1mfg.dat'
dg_broker_config_file2+DG_DATA/ORCL/dr1mfg.dat'+DG_DATA/ORCL/dr1mfg.dat'
DG_BROKER_STARTTRUETRUE
db_unique_nameorclorclstby
db_nameorclorcl

Em ambos ambientes (Prod e Standby) Executar:

ALTER SYSTEM SET dg_broker_config_file1 = '+DG_DATA/ORCL/dr1mfg.dat' scope=both;

ALTER SYSTEM SET dg_broker_config_file2 = '+DG_FRA/ORCL/dr2mfg.dat' scope=both;

ALTER SYSTEM SET DG_BROKER_START=TRUE scope=both;

3. Criando a configuração


A configuração do Broker pode ser criado por linha de comando através do DGMGRL conectando-se com o sys com a seguir:

[oracle@os-indaia-orcl-prod ~]$ dgmgrl
DGMGRL for Linux: Version 11.2.0.3.0 - Production

Copyright (c) 2000, 2009, Oracle. All rights reserved.

Welcome to DGMGRL, type "help" for information.
DGMGRL> connect sys/oracle
Connected.

Para criar a configuração inicial chamada ORCL_DR devemos utilizar o comando create configuration.

DGMGRL> CREATE CONFIGURATION ORCL_DR AS PRIMARY DATABASE IS ORCL CONNECT IDENTIFIER IS ORCL;
Configuration "ORCL_DR" created with primary database "ORCL"

Agora por fim devemos adicionar a instancia de standby com o comando add database:

DGMGRL> ADD DATABASE ORCLSTBY AS CONNECT IDENTIFIER IS ORCLSTBY MAINTAINED AS PHYSICAL; 
Database "orclstby" added

Para verificar a configuração do Broker utilizamos o comando show configuration, note que as duas instancias (Prod e Stby) já fazem parte da  configuração, porém esta configuração ainda não esta habilitada:

DGMGRL> show configuration

Configuration - ORCL_DR

  Protection Mode: MaxPerformance
  Databases:
    ORCL     - Primary database
    orclstby - Physical standby database

Fast-Start Failover: DISABLED

Configuration Status:
DISABLED


4. Habilitando


Para habilitar a configuração base executar o comando Enable Configuration e o standby já deve iniciar o servico de transporte e aplicação de archives.

DGMGRL> ENABLE CONFIGURATION
Enabled.

DGMGRL> show configuration

Configuration - ORCL_DR

  Protection Mode: MaxPerformance
  Databases:
    ORCL     - Primary database
    orclstby - Physical standby database

Fast-Start Failover: DISABLED

Configuration Status:
SUCCESS


Próximo Passo: Dataguard - Parte 4 - Criando o TAF (Transparent Application Failover)
Postar um comentário